SHARAPOVA MCJ (IA) - Salto 2016

Saiba como fazer

  • Transferência de Embrião / Comunicação de Cobrição

    Os formulários de comunicação de coberturas e inseminação artificial deverão obrigatoriamente serem preenchidos pelo responsável pelo garanhão em questão. Todas as coberturas realizadas durante o período oficial de monta (01 de setembro a 28 de fevereiro) deverão ser comunicadas até 30 de junho do mesmo ano e todas as coberturas efetuadas no período secundário de monta (01 de março a 31 de agosto) deverão ser comunicadas até 31 de dezembro do mesmo ano. Caso não seja feito dentro do período relacionado será cobrado multa.

    a). Coberturas em éguas próprias (éguas de mesma propriedade do garanhão) deverão ser comunicadas em formulário especifico de COMUNICAÇÃO DE COBRIÇÕES.

    Esse formulário totalmente preenchido deverá ser encaminhado, via correio, em duas (02) vias, endereçado à ABCCH. Após o recebimento desse material a ABCCH remeterá a segunda via protocolada ao endereço cadastral do proprietário.

    b). Inseminação artificial em éguas próprias ou de terceiros deverão ser comunicadas em formulário específico de ATESTADO DE INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL.

    Esse formulário deverá ser encaminhado totalmente preenchido, em três (03) vias, endereçado à ABCCH. Após o recebimento desse material a ABCCH remeterá a segunda via protocolada ao endereço cadastral do proprietário do sêmen e a terceira via protocolada ao endereço cadastral do proprietário da égua.

    c). Transferência de embrião deverá ser comunicada pelo Profissional responsável pelo procedimento, em formulário específico de COMUNICAÇÃO E ATESTADO DE TRANSFERÊNCIA DE EMBRIÃO.

    Esse formulário totalmente preenchido deverá ser encaminhado, via correio, em duas (02) vias, endereçado à ABCCH. Após o recebimento desse material a ABCCH remeterá a segunda via protocolada ao endereço cadastral do proprietário da égua.

    É importante ressaltar que a comunicação de transferência de embrião deverá seguir anexa a comunicação de cobertura ou inseminação artificial da égua acima detalhadas.

    topo
  • Comunicação de Nascimento

    Após o cadastro em nosso sistema de toda cobertura, inseminação artificial ou transferência de embrião será emitido um pré-registro, que será encaminhado para o endereço cadastral do proprietário da égua.

    Esse pré-registro terá validade por 120 dias após o nascimento do potro.

    O proprietário do potro deverá selecionar entre os inspetores relacionados o de sua preferência e/ou conveniência de acordo com a região de seu criatório, para que o mesmo complemente o preenchimento do formulário PRÉ-REGISTRO, em duas (02) vias e encaminhe-as à ABCCH, que por sua vez emitirá o Registro definitivo (REGISTRO/PASSAPORTE) e encaminhará este, via correio, ao endereço cadastral do proprietário do potro, que obrigatoriamente deverá ser o mesmo da égua.

    No caso das propriedades do potro e da égua serem distintas a esse pré-registro deverá juntar-se uma carta do proprietário da égua autorizando o registro do potro em nome de um terceiro.

    topo
  • Comunicação de Morte

    No caso de morte de um animal registrado no Stud Book da ABCCH deverá ser feita sua comunicação, no prazo máximo de 30 dias, em formulário especifico de COMUNICAÇÃO DE MORTE, totalmente preenchido, em duas (02) vias, anexando-se a este o registro definitivo do animal para que a ocorrência seja homologada no mesmo.

    A ABCCH remeterá para o endereço cadastral do proprietário do animal a segunda via protocolada, alem do registro definitivo com a ocorrência devidamente homologada.

    topo
  • Comunicação de Transferência de Propriedade

    Quando você adquire um animal BH é muito importante que a transferência de propriedade seja imediatamente efetivada, trazendo uma série de benefícios a você, o novo proprietário, além de evitar também eventuais transtornos inerentes ao fato de sua propriedade de fato não corresponder à propriedade de direito.

    Para proceder à transferência de propriedade basta seguir os passos abaixo:

    1. Imprima o formulário correspondente em três (03) vias, preenchendo-os com todos os dados solicitados de comprador e vendedor, sem esquecer de colher a assinatura do vendedor e do comprador.

    2. Junte essas três (03) vias ao documento original (certificado de registro genealógico). Lembrando que deve ser reconhecido firma em cartório sempre que um dos envolvidos na comunicação de tranferência não seja sócio na ABCCH.

    3. Após análise e triagem dos documentos será gerado boleto bancário e enviado para o comprador, mediante a quitação do boleto bancário emitido através da ABBCH a tranferência será homologada.

    4. Encaminhe toda essa documentação ao endereço de nossa sede sita à Av. Francisco Matarazzo, 455 - Prédio do Fazendeiro, sala 16, Parque da Água Branca, São Paulo, SP, CEP 05001-900.

    5. O departamento responsável pelo controle do Stud book da raça estará homologando a sua transferência e providenciando a devolução do documento de propriedade devidamente homologado ao endereço do comprador relacionado no formulário.

    Perguntas e Respostas

    1 P: No caso de ter em minhas mãos o formulário de transferência assinada pelo proprietário anterior a propriedade do animal já está garantida?

    R: Não. Como no caso da compra de um imóvel, a nova propriedade só passa a ser reconhecida após o registro da operação em cartório, portanto é imprescindível a homologação da nova propriedade na ABCCH.

    2 P: Mesmo sem a transferência de propriedade efetivada, posso registrar o animal em meu nome na Federação Estadual ou emitir passaporte CBH constando meu nome no campo de propriedade?

    R: Não. Essas Entidades, em convênio com a ABCCH, estão orientadas a manter a propriedade do animal em nome do proprietário constante no registro genealógico.

    3 P: Ao comprar um animal BH, quais documentos devo exigir do vendedor?

    R: Na compra de um animal BH exija do vendedor o Certificado de Registro Genealógico original do animal em questão, bem como as três (03) vias do formulário de transferência preenchida com os dados do último proprietário constante no Certificado de Registro Genealógico, além da respectiva assinatura nessas vias é necessário firma reconhecida para o não sócio da ABCCH.

    4 P: Como posso saber se o cavalo que estou comprando esta em situação regular com a Associação?

    R: Basta você consultar a seção de registro genealógico em nossa página da internet e verificar se o animal consta como vivo em nossos registros e se a propriedade divulgada em nossa página é coincidente com a constante no Certificado de Registro Genealógico apresentado pelo vendedor.

    topo