CASSILANO JMEN I (TE) - SALTO 2017

Estatística do Cavalo BH

Estatisticas

Após a definição das fórmulas que devem ser utilizadas para a determinação dos resultados estatísticos com relação a padreadores, linhas maternas e ao próprio cavalo atleta, nossa equipe está finalizando o registro de milhares de lançamentos de resultados extraídos das diversas competições do calendário nacional e estaduais, oficialmente divulgados, relativos ao ano de 2007, o que vale dizer que em curto prazo estaremos aptos a analisar esses resultados, efetivar eventuais ajustes dessas mesmas fórmulas, para que elas venham exprimir a realidade dos dados lançados, evitando dessa forma distorções próprias de sistemas em fase de implantação.

O projeto encontra- em fase embrionária e após esse primeiro lançamento de dados estaremos retroagindo aos anos de 2006 e 2005, no sentido de agregar mais informação e solidificar os resultados encontrados.

A fórmula utilizada para a contagem de pontos pondera o tipo de evento (CSE, CSN, CSB e CSI) a altura das provas (a partir de 1,00m) e o número de participantes das respectivas provas.

Já os resultados poderão ser analisados sob diversas óticas, quais sejam:


1. Pontos Corridos - Soma total dos pontos do cavalo atleta e os pontos atribuídos ao pai e mãe dos diversos filhos desses padreadores.

2. Pontos Ponderados - Para garanhões e matrizes - O total de pontos corridos atribuídos divididos pelo número de filho com idade hípica superior a 4 anos e também pelo número de filhos lançados na estatística, ou seja, efetivamente no esporte.

3. Pontos Corridos por Criador - O total de pontos lançados aos produto do haras.

4. Pontos Ponderados por Criador - O total de pontos lançados aos produto no esporte divididos pelo número de anima efetivamente produzido pelo haras.

Após a fase de implantação e testes novas estatísticas poderão ser introduzidas gradativamente.

É importante ressaltar-se que não serão lançados os pontos correspondentes aos animais que tiverem seus nomes alterados nas diversas federações sem a devida oficialização na Associação, bem como daquele animais que as respectivas federações não divulgarem a genealogia na ordem de entrada. Portanto para não ficar de fora da estatística do BH exija de sua federação a inclusão correta de seu animal nas ordens de entrada no que diz respeito a nome e filiação.