JAN
06
CAVALOS DA RAÇA BRASILEIRO DE HIPISMO SÃO APOSENTADOS DA POLICIA MILITAR APÓS 10 ANOS DE TRABALHO

Duas éguas e um cavalo do Grupamento de Polícia Montada se aposentaram na manhã desta sexta-feira (5) durante uma cerimônia realizada no 18° Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), em Presidente Prudente, após servirem, por 10 anos, a corporação.

Na solenidade, que foi acompanhada de muita emoção, com direito a música e aplausos, os animais foram desselados pela última vez pelos seus cavaleiros e correram livremente pelo espaço destinado aos treinos.

 

Solenidade foi realizada no batalhão da Polícia Militar, em Presidente Prudente (Foto: Valmir Custódio/G1)

 

A cerimônia de despedida foi acompanhada por oficiais, jornalistas e populares. Em um primeiro momento, cada animal – todos da raça brasileiro de hipismo (BH) – foi chamado separadamente com o seu cavaleiro e teve seu histórico lido ao público.

Um dos mais velhos, conhecido como Orbital, chegou ao grupamento em 2008, mesmo ano do início das atividades da Cavalaria no batalhão em Presidente Prudente. Com 24 anos de idade, o animal foi, por 10 anos, o companheiro do cabo José Eloadi de Oliveira Lima.

A Electra, que também tem 24 anos e está no destacamento desde 2008, foi forte e resistiu a duas intervenções cirúrgicas durante a carreira. Agora a égua vai ficar em uma propriedade rural em Santo Anastácio.

A mais nova delas, com 20 anos de idade, a Grampola também chegou ao grupamento em 2008. A égua vai descansar em uma propriedade rural no distrito de Montalvão, em Presidente Prudente.

"É uma emoção muito grande. Os animais parecem sentir que finalmente cumpriram as suas missões, chegaram ao término de suas carreiras e agora vão poder descansar. A gente se espelha neles para cumprir a nossa carreira com o mesmo brilhantismo”, destacou o capitão Ives Minosso de Almeida Ramos, ao G1.


Com infos G1